quinta-feira, 8 de março de 2012

Extrato da Capo Garimpado #010: MULHER, PRESENTE DIVINO AO HOMEM



Bosco Esmeraldo
(No ritmo Hebdomos lapidado)

Mulher, presente divino ao homem
Por Deus criada pra que este não esteja só,
Mas tenha uma adjutora sempre ao seu lado,
Respeito mútuo, mãe submissa, autoritária,
Pais e filhos, genros e noras e netos,
Felicidade que se completa, sem se findar.
Presente o homem, se faz presente, mesmo se ausente.

Respeito mútuo, de pais e mães, de pais e filhos;
Netos e netas, genros e noras, sogra que é mãe.

Se autoritária com os seus filhos, não com o marido,
Com este harmoniza e compartilha, se submete;
Prendas do lar, também rainha com ou sem cetro;
Está no sangue, seu DNA, seu “amorzão”,
Pois sempre reina no coração de sua Família.

São pais e filhos que se realizam em filhos, netos
Farol bendito em mar revolto a nos guiar,
Que vêm de mães, mulheres âncoras, Porto Seguro,
Santo regaço, de peito aberto sempre a doar-se.

Felicidade só é completa se nós tivermos,
Em sã consciência respeito mútuo e lealdade
Felicidade plena se presente, não ausente.

Homem completo de amor repleto por sua mulher;
Filhos sadios, pais solidários, Pai - Mãe presentes
Família unida, cresce, é forte, boa semente,
De boa mente, prosperará, felicidade;
Feliz idade, em todo o tempo, Mulher Virtuosa;
Ano após ano, todos os dias, sempre é o seu dia.

Mulher de fibra, nós te saudamos nesta homenagem.

3 comentários:

Jessé Ribeiro Felix disse...

gostei do poema amigo....linda sua homenagem....

Jessé Ribeiro Felix disse...

MUITO LINDO SEU POEMA AMIGO....ABRAÇOS

Jessé Ribeiro Felix disse...

LINDO O SEU POEMA AMIGO.

Poesias - O melhor da WEB

Total de visualizações de página

A Hora Certa

Mapa de acesso de Visitantes X Localizações

Mapa de Acesso de Visitantes X Localização
Visitors X Location Map
ip-location