sexta-feira, 17 de junho de 2011

VERSONITUS ESMERALDINUS #002: CANÇÃO DA DESPEDIDA


Acentuação rítmica: 2 – 6 – 8 – 12
Rimada: Externa: ABCBACBCDEDED
Interna: aabcc – bcb – ddcee

Me sinto muitas vezes tão desmotivado.
Pensando nos revezes que vão-me finando;
Nas lutas que ao redor tanto têm-me vencido.
Eu vejo que meu alento vai desmoronando.
E quanto mais eu tento, fico desolado.

E em meio a tanta dor, sem ao menos ter reagido,
Tal qual um morrer lento, estou agonizando
Sou como um perdedor, por dentro corroído.

Me falta qualquer força em ter que competir.
De fato é todo o estresse que mina a confiança;
Me tira o desalento, mesmo sem sentir.
Mas Deus em mim reforça a fé e a esperança.
É como se eu estivesse pronto pra partir.

(Réplica no #003, a seguir)

Um comentário:

LUCONI disse...

Meu amigo vim conhecer teu cantinho e gostei muito,aqui você tem textos com muita qualidade e com conteúdo, parabéns, beijos Luconi

Poesias - O melhor da WEB

Total de visualizações de página

A Hora Certa

Mapa de acesso de Visitantes X Localizações

Mapa de Acesso de Visitantes X Localização
Visitors X Location Map
ip-location